MDM e EMM: você sabe a diferença entre eles?

13 de janeiro de 2022

Empresas de vários portes podem (e devem!) adotar soluções para gerenciar remotamente os celulares, notebooks, tablets e outros aparelhos usados para o trabalho.

É por meio dessa tecnologia que a organização pode, de maneira remota, controlar o inventário de seus dispositivos, garantir a segurança dos dados da empresa e obter relatórios de uso para adequar os serviços contratados e negociar valores.

Dependendo da solução contratada, também é possível terceirizar todo o processo. Ou seja: desde a aquisição dos dispositivos até a entrega aos funcionários, passando pela configuração e aplicação da política de uso e segurança das operações.

Desta forma, você pode estar se perguntando: qual solução de gerenciamento de dispositivos móveis é a ideal para o meu negócio?

Para responder a esta pergunta, você pode falar com um dos nossos especialistas ou continuar lendo este artigo, que trata das diferenças entre duas das possibilidades nessa gestão: MDM e EMM.

Primeiramente, vamos aos conceitos:

 

O que significa MDM?

MDM (mobile device management ou gestão de dispositivos móveis) é o serviço que gerencia dispositivos móveis de uso corporativo como celulares (smartphones), notebooks, tablets, impressoras, coletores de dados ou qualquer outro dispositivo que conte com um sistema operacional.

Assim, por meio de um software e de forma remota, é possível:

  • gerenciar arquivos;
  • realizar atualizações;
  • personalizar os aplicativos instalados, bloqueando a instalação de apps impróprios;
  • monitorar o uso de pacote de dados e ligações; e
  • configurar horários para o funcionamento dos dispositivos,
  • localizar todos dispositivos em tempo real; e
  • Acessar de forma remota; entre outras funcionalidades.

Desta forma, a companhia oferece mais segurança para os dados e assegura a conformidade da infraestrutura mobile com a legislação vigente, ao mesmo tempo em que confere mais eficiência aos colaboradores.

A organização passa também a ter mais oportunidades para otimizar os custos, adequando os planos das operadoras ao uso na prática.

Aqui na Y3, sua empresa pode terceirizar o processo de ponta a ponta, desde a aquisição dos aparelhos até a configuração e parametrização de segurança e, por fim, a entrega aos colaboradores. Fale com um especialista!

 

Como funciona o MDM?

Para começar no gerenciamento dos dispositivos móveis, é necessário instalar em todos os aparelhos da empresa um aplicativo conhecido como agente. A partir desta instalação, a gestão é feita remotamente, de maneira centralizada.

É possível aplicar as funcionalidades do MDM em lote, evitando desperdiçar o tempo e o talento das equipes de TI com tarefas repetitivas.

 

E o EMM, o que é?

Já o EMM (enterprise mobility management ou gerenciamento de mobilidade corporativa) é mais que uma ferramenta: trata de toda a estratégia e planejamento da mobilidade do negócio. Assim, o EMM envolve, além dos mais variados dispositivos e ferramentas, as diretrizes, políticas e processos relacionados à mobilidade corporativa.

Por se tratar de abordagem mais estratégica, a implementação do EMM está ligada aos objetivos da organização. É necessário, portanto, compreender o que se pretende com a mobilidade.

Posteriormente, é preciso definir acessos e restrições para cada cargo ou funcionário de acordo com as funções desempenhadas e estabelecer quais aplicações serão liberadas para uso.

 

Para que serve o EMM?

Em síntese, o gerenciamento da mobilidade corporativa é desenhado para adaptar os processos e o uso da tecnologia móvel aos objetivos da empresa.

O maior benefício do EMM tende a ser a otimização do trabalho – tanto dos gestores quanto dos colaboradores, que podem utilizar a tecnologia sem se preocupar com questões técnicas.

 

Então qual é a diferença entre MDM e EMM?

Como demonstrado, o MDM (gestão de dispositivos móveis) é uma ferramenta para gerenciar, a distância, aparelhos móveis como smartphones, tablets e notebooks, entre outros.

O EMM, por sua vez, trata da estratégia com que se usa o ecossistema da mobilidade da empresa (objetivos, diretrizes, dispositivos e ferramentas).

Uma organização pode, por exemplo, usar um software para a gestão de seus dispositivos móveis (MDM) sem necessariamente ter uma estratégia para a mobilidade corporativa (EMM).

 

E então, já sabe qual é a solução de gerenciamento mais adequada para a sua empresa? Ou precisa de mais informações?

 

De qualquer forma, entre em contato com os nossos especialistas. Estamos prontos para atendê-lo!